Categorized | Resenhas

AQUI ESTÁ O BASTÃO – VOCÊ CORRERÁ COM ELE?

Posted on 10 janeiro 2010 by admin

Este último capítulo é um daqueles momentos sublimes que nos faz fechar o livro e ficar em profundo silêncio, refletindo e sonhando! Aqui Ralph Neighbour admite que esse será o seu último “viva” como autor de livros. São as últimas palavras de quem devotou a vida inteira a estudar e viver uma experiência de igreja que rompa com os velhos odres e ele admite que certamente não dará tempo de ver essa nova igreja surgindo. Neighbour, eu verei!

Usando os textos de 1Coríntios 9.24-27 e Hebreus 12.1, o velho escritor faz várias admoestações à nova geração. Em sua conclusão, o autor nos leva a fazer uma nova avaliação de como estão os nossos filtros: “Até onde você foi antes que eles começassem a limitar o que estava conseguindo enxergar?”. E então analisa:

  • Consciência? Dê esse livro a alguém que queira lê-lo.
  • Disposição para receber? Fique curioso e comece a perguntar por aí. Você encontrará outros como você.
  • Atenção controlada? Não participe de mais um daqueles seminários que você pode pagar. Eles estão tentando remendar odres velhos.
  • Compromisso? Espero sinceramente que você tenha uma visão que pague o preço da rejeição. Faz parte, mas vale a pena, garanto.
  • Caracterização? Vá à luta! (…)

Neighbour garante que esses filtros sairão das nossas mentes da mesma forma que uma camada de pele descasca quando queimada pelo sol. Quando isso ocorrer, conseguiremos enxergar novas interpretações da Bíblia que antes os nossos olhos não percebiam.

O autor também faz referência à experiência que Nicodemos teve com Jesus em João 3, onde os filtros daquele religioso foram profundamente afetados  da “inconsciência para a consciência e para a disposição de receber”. Aquele homem totalmente influenciado pelos filtros da religião judaica é encontrado lá na frente com atitudes bem diferentes por ter tido aquela conversa com Jesus (João 7.50,51; 19.39).

Citando Eric Hoffer em seu livro The True Believer (O verdadeiro crente), diz que “as pessoas com os maiores depósitos nos sistemas atuais não serão as que endossarão as mudanças radicais” e acrescenta:

“Se os seus filtros advertirem você constantemente de que participar da igreja do futuro exigirá que você volte à ‘estaca zero’, você ou descartará essa visão do amanhã ou se colocará de lado para observar que os que têm menos a arriscar a levem adiante”.

Neighbour nos encoraja a experimentar esse novo estilo de vida e nos conforta com o fato que Deus jamais nos deixará só.  Termina então citando um princípio que tem norteado a sua vida e de sua esposa Ruth por todas as suas vidas:

“A responsabilidade do servo é obedecer ao seu Senhor.

A obrigação do Senhor é prover os recursos de seu servo.

Portanto, ao servo nunca faltará o que precisa!”

É isso!

Marcos Arrais

Leave a Reply

Advertise Here
Advertise Here