Categorized | Estudos Bíblicos

Ganhar o Mundo Sem Perder a Alma

Posted on 27 maio 2011 by admin

Marcos 8:36: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”

DEFININDO ALMA

1. Quero falar de ALMA não no sentido teológico, ou seja, como a parte imaterial, separada do corpo, mas no sentido filosófico, ou seja, como a capacidade de abstrair, compreender, perceber e interpretar o mundo ao nosso redor (capacidade de significância).

2. Alguma vez já ouvimos a expressão: “A alma do negócio”. “Alma”, portanto, refere-se àquilo que dá propósito, sentido, desígnio, finalidade, significado.

3. Com base nisso, não usarei o sentido: “ganhar o mundo inteiro e perder a sua VIDA”, mas “ganhar o mundo inteiro e perder o propósito, sentido, desígnio, finalidade, significado”.

ALIENAÇÃO

Karl Marx, filosofo do século XIX, trabalhou o conceito de alienação:

Trabalho: O que diferencia o homem do animal, além daquele ser feito à imagem e semelhança de Deus, é a sua capacidade inventiva. O animal não produz a sua própria existência, apenas a mantém instintivamente. O homem, todavia, pelo seu trabalho, transforma a sua realidade. O trabalho, além de transformar a natureza ao redor do homem, transforma o próprio homem, pois desenvolve as suas faculdades. O animal sempre é o mesmo, mas o homem muda, se reinventa.

O trabalho altera a visão que o homem tem de si mesmo e a visão que este tem do mundo. Pelo trabalho, o homem cria a sua própria realidade.

Onde surge a alienação?

ALIENAÇÃO (latim: alienare) significa “que pertence a um outro”. Alienar é TORNAR ALHEIO (“alien”). O homem alienado é aquele que PERDE a compreensão do mundo em que vive:

•    Quando o trabalho deixa de ser uma ação criativa, prazerosa e realizadora, para se tornar mecânica, enfadonha, repetitiva e sem sentido.

•    Quando o trabalho se transforma num ser estranho ao homem, não mais lhe pertencendo (quando o homem produz algo, ali ele deixa um pouco da sua alma, da sua história, das suas heranças, das suas aptidões).

Eclesiastes 5:18: “Eis o que eu vi: boa e bela coisa é comer e beber e gozar cada um do bem de todo o seu trabalho, com que se afadigou debaixo do sol, durante os poucos dias da vida que Deus lhe deu; porque esta é a sua porção”.

Eclesiastes 5:19: “Quanto ao homem a quem Deus conferiu riquezas e bens e lhe deu poder para deles comer, e receber a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus”.

O trabalho alienado:

•    Desumaniza, brutaliza (comportamento no trânsito, comportamentos esquizofrênicos).
•    Coisifica (a mercadoria tem mais valor que o homem: fetichismo).
•    Linha de produção: O desconhece o produto do seu próprio trabalho.

O QUE ISSO TEM A VER?

NO CAMPO EXISTENCIAL

1. Jesus nos chama a atenção para a ESSÊNCIA DA VIDA.

2. O trabalho, o ministério, os estudos etc., não podem tornar-se fins em si mesmos, mas devem conectar-nos ao propósito eterno.

3. Nenhuma conquista compensa a perda da nossa alma, da nossa essência interior.

4. Precisamos olhar para as nossas realizações e perguntar: “que proveito há?”; “onde está a minha alma nisso?”. Nada é tão valioso quanto ela!

Eclesiastes 1:3: “Que proveito tem o homem de todo o seu trabalho, com que se afadiga debaixo do sol?”

Ec 5.13-16 (ênfase no 16).

5. Quantas vezes, no afã de ganhar o mundo, perdemos a conexão com o nosso mundo interior (alma)!

6. Corremos tanto que perdemos a noção do porque estamos correndo.

NO CAMPO ESPIRITUAL

1. Significa que precisamos de sabedoria para viver e buscar o que realmente vale a pena!

2. Os fariseus perderam essa conexão: eles se tornaram escravos de práticas religiosas (jejum, orações, dízimos, sacrifícios etc.).

3. Deus é espírito e só podemos adorá-lo em ESPÍRITO!! – Jo 4.24.

4. Deus é eterno e transcende às realizações materiais e temporais dessa vida.

Cito na íntegra um trecho da pregação de Valnice Milhomens: “Alinhe suas prioridades!”:

Quais a melhores escolhas na vida? Quais os valores mais elevados? O modo como você faz estas perguntas, as decisões que você toma, as escolhas que você faz, as prioridades que você tem, elas vão determinar o resto da sua vida, se elas, suas prioridades estarão corretas ou não. O dicionário define alinhar como: “pôr-se ou dispor-se em linha reta, em fileira”, “enfileirar-se”, “por- se no mesmo nível”, “medir-se equiparar-se”, “concordar com”.
Se vamos nos alinhar com Deus isso quer dizer que eu devo estabelecer uma linha reta entre o trono e a minha vida, pôr-me naquele nível que Deus quer para mim, concordar com o que Deus e Jesus dizem taxativamente, buscar primeiro. Diga: “primeiro, o reino de Deus e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. “Todas estas coisas” refere-se às coisas importantes da nossa vida, as coisas que queremos alcançar.
Jesus ensina que a chave para conseguir satisfazer as nossas necessidades é focar no que Deus quer para nossa vida.
Você quer subir a escada? Ok! Quer subir depressa? Cuidado! Porque se ela estiver encostada na parede errada, cada passo, cada esforço só o levará mais depressa para o lugar errado, e é verdade, quantos deixam Deus de lado e correm para alcançar tudo o que quererem na vida e nós encontramos centenas de pessoas subindo a escada com toda garra, mas deixando no caminho casamentos destroçados, filhos negligenciados, saúde arruinada, bancarrota espiritual, porque a escada está encostada na parede errada, todos nós precisamos alinhar a nossa vida com o que Deus quer alinhar as nossas prioridades, porque se as nossas prioridades de vida não estiverem alinhadas, nossas vidas estarão em desalinho, nós estaremos vivendo uma bancarrota espiritual.

Atitudes a serem cultivadas em nosso dever diário, para que nossas vidas experimentem um alinhamento com o melhor de Deus para nós [destaco duas]:

1. Eu preciso experimentar uma conexão diária com Deus em minha vida.

“Buscai primeiro” e essa expressão “buscai primeiro” exatamente diz, “busque”, vamos buscar, buscar o que? Buscar a Deus , buscar a Sua presença, buscar conectar-me com a fonte da vida , com o Autor da vida.
Todas a coisas da nossa vida devem ser filtradas por estas duas questões: o Reino de Deus e a justiça de Deus. Para o meu trabalho, onde trabalho, como gasto meu tempo, com que pessoa vou me casar , como vou gastar o meu dinheiro, onde vou morar , o que vou estudar , que farei da minha vida, tudo, diga: “tudo”, absolutamente tudo, antes que tome a decisão, antes que faça a escolha, pergunte: “é para o seu bem? Tem ligação com a sua justiça? As decisões que estou tomando, as prioridades que estou estabelecendo tem a ver com o reino? Estão ligadas à justiça de Deus?”
“Como sabemos que verdadeiramente Deus está no controle?”. Escreva duas palavras: Calendário e talão de cheques.

2. Deixe que Deus exerça o controle da sua vida.

Nunca faremos uma diferença neste mundo até que o mundo veja uma diferença em nós.
Se você colocar a Deus em primeiro lugar, no lugar que Ele deve estar, Ele o guiará ao lugar ao qual você deverá ir, e lhe dará o que você precisa ter.
Todos nós somos como um barco no mar que vai se afundando lentamente, até o momento em que as águas da morte nos cobrirão, a cada dia vamos desaparecendo, até que, finalmente, desapareceremos quando inteiramente submersos nas águas da morte, e a única coisa que importará naquele dia quando desaparecermos da terra será isso: “fiz as escolhas corretas em minha vida? Tomei as decisões corretas? Alinhei minhas prioridades ao propósito de Deus em minha vida?”. Será a única coisa que importa!

DEVOCIONAL: Interiorização da vontade divina. É aí que mantemos o link com o nosso mundo interior. Isso é adorar a Deus “em espírito” e em “verdade”.

NO CAMPO MINISTERIAL

1. Evangelho do poço e evangelho da fonte (Jo 4.10-12):
•    A mulher estava presa a estruturas
•    Por que fazemos o que fazemos?
•    Devemos experimentar um evangelho vivo e relevante!

Devemos ser uma igreja que liga as pessoas com o propósito divino para elas.

2. Para o que a igreja está aqui? Para sermos a extensão de Jesus Cristo em Seu caráter e em Sua missão!

Se Jesus escolhesse esse tempo para vir ao mundo em carne, com quais causas ele estaria evolvido? (relevância da missão).

CONCLUSÃO

A conclusão do Pregador: Ec 12.1-8, 13,14

“Antes que” (vs.1). Diz que tudo isso vai acontecer, quer queiramos ou não, mas podemos ter vivido para um propósito divino!

Leave a Reply

Advertise Here
Advertise Here